terça-feira, 27 de novembro de 2007

Divórcio Judeu

Ante-véspera do Ano Novo Judaico. Boris Sylberstein, patriarca judeu,
morador de um Kibutz pertinho de Tel Aviv, visita um dos seus filhos na
capital de Israel:
- Jacobzinho, odeio ter que estragar tua dia, mas babai brecisa dizer-te
que a mamái e eu vamos separar-nos, depois de 45 anos!
- Tá louca babai, o que você tá dizendo? Grita Jakob. Jerusalém inteira
ouve...
- Não conseguimos mais nem nos olhar uma ao outra. Vamos separar-nos e
acabou-se o que era doce. Ligue bra teu irmã Rachel e conte bra ela.

Apavorado, o rapaz liga para a irmã em Viena, que se desespera ao
telefone:
- De jeito nenhuma nossos pais irão separar-se...! Chame babai ao
telefone!
O ancião atende e a filha balbucia na maior emoção:
- Não façam nada até nós chega aí amanhã, gombrende? Também chamarei
Moishe em São Paulo, Shloimo em Buenos Aires e Esther no Nova Iorque e
amanhã de noite, todas estaremos aí, ouviu bem babai?

Bate o telefone, sem deixar o pai responder. O velho coloca o fone no
gancho, vira-se para a mulher, sem que Jakob ouça, sussurrando:

- Bronto Sarah, todos virão para a Ano Novo. Só que desta vez não
pagaremos os bassagens!

Nenhum comentário: