sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Quem fala o que quer, ouve o que não quer

Uma família feliz está à mesa de jantar quando o filho fala se poderia fazer uma pergunta.
O pai responde:
- Claro, filho, vá perguntando!
E o filho:
- Papai, quantos tipos de seios existem?
O pai, um tanto surpreso, responde:
- Bem, meu filho, existem três tipos de seios.
Aos 20 anos a mulher tem seios como maçãs, firmes e redondos, lindos, da prazer de olhar.
Dos 30 aos 40 eles são como peras, ainda belos, porém um pouco caídos...
Aos 50 os seios ficam como cebolas...
E o filho:
- Cebolas?!
E o pai:
- Sim. Quando você olha para eles, fica com vontade de chorar!
Esta explicação leva a mãe e a filha a um ponto nevrálgico tal que a filha pergunta:
- Posso também fazer uma pergunta um tanto pessoal?
- Mãe, quantos tipos de pênis existem?
A mãe fica um pouco surpresa, mas olha para o marido e responde:
- Bem, filhinha, um homem passa por três fases distintas.
Aos 20 anos o pênis é como um pé de Jacarandá, respeitável e firme.
Dos 30 aos 40 anos o pênis é como um pé de Chorão flexível, mas confiável.
Após os 50 anos o pênis fica como uma árvore de Natal.
E a filha:
- Árvore de Natal?!
E a mãe:
- Isso mesmo. Morto da raiz até a ponta, e as bolas ficam penduradas como decoração!!
E o pior: só se arma uma vez por ano!!!

Nenhum comentário: