segunda-feira, 10 de março de 2008

Dedicado às mulheres

Eu sei que o Dia Internacional das Mulheres foi ontem (minha mãe fez questão de me perguntar se eu não estava esquecendo de nada, portanto não tive como esquecer), mas só hoje deu pra escrever aqui.
Quero aproveitar pra dar os parabéns pra todas as leitoras do blog e dizer que apesar de vocês serem incompreensíveis, nós homens não conseguimos viver sem vocês.
Claro que vou mandar parabéns aqui pra minha mãe, que é a mulher que mais admiro nesse mundo, que sempre me deu muito carinho, muito amor e não deixou que me faltasse nada.
Mas como ela não entra muito aqui no blog, vou continuar minha homenagem pra todas as outras mulheres com um post exclusivo para vocês, que sempre reclamam que só coloco piadas machistas aqui no blog.

A Geografia do Homem
Entre os 13 e os 60 anos, o homem é como Cuba: governado por um só membro.
Depois dos 61 anos, o homem é como a União Soviética: sem a “ditadura”, acaba e morre.

O Homem Ideal



O marido filho da mãe

O casal estava atravessando uma crise financeira braba e o marido falou pra mulher:
- Querida... não tem jeito! A única maneira da gente sair do sufoco é dar uma "rodadinha de bolsa" pra ver se conseguimos alguma grana, senão a coisa vai ficar preta".
E a mulher:
- Mas, querido, eu nem sei como se faz isso!!!
- Não tem problema, eu te ensino... Vamos fazer o seguinte: você fica, à noite, numa esquina e eu me escondo atrás de um arbusto; qualquer dúvida, você me pergunta.
A noite, foram pra uma esquina, o marido ficou escondido atrás do arbusto e ela ficou esperando um "cliente" . Passados uns dez minutos, parou um rapaz num automóvel e perguntou pra mulher:
- Você faz programa?
A mulher meio sem jeito foi até o arbusto e perguntou ao marido:
- Meu bem, eu faço programa?
E o marido:
- Diz pra ele que Sim.
Ela voltou pro ao carro e falou pro rapaz:
- Sim, eu faço programa.
E o rapaz pergunta:
- E quanto você cobra?
A mulher voltou para o arbusto e perguntou:
- Beeem, quanto eu cobro?
- Diga pra ele que é 100 reais.
Lá vai ela pro carro novamente e fala pro rapaz:
- 100 reais
E ele:
- 100 reais???? Pôxa!... eu só tenho 70
A mulher volta pro arbusto e diz:
- Beeem, ele só tem 70
- Diga a ele que, por 70, só uma chupadinha.
E a mulher volta pro rapaz:
- Olha, por 70, só uma chupadinha.
Ele disse:
- Tudo bem... Entre no carro!
Quando ela entrou no carro, o rapaz desabotoou a calça e botou pra fora um cacetão enorme... a mulher, vendo aquilo tudo, falou para o rapaz:
- Espere um pouco que eu já volto...
Foi até o arbusto e perguntou:
- Beeem, diz uma coisa... você não tem 30 reais pra emprestar ao rapaz?

Neve

Uma mulher viaja de férias pro Nordeste e lá conhece um negro muito bonito. Os dois começam a conversar, surge uma paixão irresistível e os dois acabam transando. Depois da transa, ela pergunta o nome dele, mas ele se nega a dizer, alegando que ela vai rir quando souber. Essa paixão prossegue durante 15 dias. Na véspera do embarque de volta, a mulher insiste para que ele revele seu nome e ele finalmente cede:
- Meu nome é Neve.
Ouvindo isso, a mulher começa a gargalhar e o negro diz:
- Está vendo? Você é igual às outras: está zombando de mim.
- Não, eu estou rindo da cara do meu marido, quando eu disser que peguei 20 cm de Neve todos os dias no Nordeste.

Um comentário:

dr. João Borzino disse...

Curti!É pq elas são chatas que se tornam interessantes!
um abço,
dr. João Borzino
blogdosexolgista.blogspot.com