quarta-feira, 19 de março de 2008

No bar da OAB

Quando Daniel descobriu que herdaria uma fortuna quando seu pai morresse, decidiu que precisava de uma mulher para virar sua grande companheira.

Assim, em uma noite ele foi para o bar da OAB, onde procurou a advogada mais bonita que já tinha visto.

Sua beleza natural tirava seu fôlego.

- Eu posso parecer um advogado comum. Disse enquanto se aproximava da musa.

- Mas em cerca de um mês ou dois, meu pai vai morrer, e eu herdarei 20 milhões de dólares.

Impressionada, a mulher foi para a casa com ele naquela noite e, três dias depois, se tornou sua madrasta...

PS: Advogado confiável só eu mesmo....hauahauahauahau

2 comentários:

Ângela disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk coitado do cara...quem mandou alardearo q inha ne ...se ferrou...

Rafael...segui seu conselho...coloquei os comentarios em janela separada rsrsrsrs....e qto ao pierce..realmente sou fa nº 1 de carteirinha dele rsrsrs quase fazemos niver no mesmo dia...sou do dia 13 e ele...16 de maio...rsrsrsrs...

desculpe a pergunta...vc e advogado msm ?

bjo...

Ângela disse...

q legal Rafael...sabe q ser advogada empre foi minha paixão?...cheguei a fazer o vestibular logo depois q tirei o normal...esse termo nao deve ser da sua épocarsrsrs...claro q tomei pau ne rsrsrs...ai desisti...
eu era tao apaixonada como sou ate hj por crime sabe...chegeui ate a pensar em fazer uma tese...olha só q audacia minha rsrsrs querendo provar por tudo q li...q Caryl Chessman não era o Bandido da Luz Vermelha...
Mas um dia assistindo a um filme q agora nao lembro o nome...o advogado tinha q defender um cara sabendo q ele era culpado..isso mexu comigo...nao servia pra mim rsrsrs por isso q desisti..como nao gosto de acusar ninguem tb...fiquei só como professora msm e leitora assidua de romance policial e suspense rsrsrs...
bjo...